1 Mês, Meu Lucas, Meu Parto!


Há um mês atrás eu estava no Hospital Santa Rita em Texeira de Freitas. Bem há essa hora já tinha passado o efeito da anestesia, a agulha nem é tão assustadora assim, pelo menos para mim que não tenho medo. Já tinha amamentado Lucas pela primeira vez, e a felicidade de poder dar esse alimento para o meu filho é imensa, e o vinculo que temos por esses vários momentos de amamentação é ainda mais lindo e gratificante. E estava preparando para me levantar pela primeira vez depois da cirurgia, e dá aquela tensão porque eu estava inchada e dolorida, mas tinha que tomar banho porque a enfermeira falou que tinha que tomar banho até no máximo 6 horas depois do parto, uma pena que não deu para perguntar o por que, e eu fiquei bem curiosa sobre isso, porque no parto do meu primeiro filho não teve isso, ahh e o efeito da anestesia passou depois de três horas, e no primeiro demorou um pouco mais. Tomei meu banho com a ajuda de uma mulher que estava acompanhando outras grávida, só lembro o apelido que era Idi, mas me sinto agradecida para sempre, e onde estava minha acompanhante, bem dona Raquel tem nojo de sangue, e sim vemos sangue depois do parto, e se você tem nojo se lembre de não ir acompanhar alguém em uma cirurgia rsrs.
Tomei banho, me alimentei, comi só umas bolachinhas não sentir fome até no outro dia. Bem em resumo o parto e a minha recuperação foi e está sendo ótima, e ter Lucas em meus braços todos os dias me dá muita felicidade.
E agora vou falar do hospital, minha família se preocupou muito com o veículo que eu usaria para ir daqui de Lajedão onde moro para Texeira, que são 80 km de distância. Mas minha maior preocupação era com o hospital, quando soube onde seria o parto eu fui pesquisar, ah sim esqueci de dizer, meus pré-natais e o meu parto foram pelo SUS. E quando falamos de SUS aqui no Brasil ficamos com o pé atrás, mas eu pesquisei com outras mulheres aqui de onde moro para saber como foram os seus partos, e tive muitas respostas positivas e me tranquilizei.
No dia 1º de abril eu tive uma consulta com Dr. Fabiano, já estava com 2 cm de dilatação, mas nenhum sinal de contração, ele disse que se até dia 17 eu não entrasse em trabalho de parto eu tinha que ir para o hospital , pois o parto teria que ser cesárea, Lucas não poderia ficar mais tempo que isso na barriga. E Lucas não queria sair de dentro de mamãe, então dia 17 eu fui, o médico deu mais um toque e só tinha 3 cm, e seria cesárea mesmo, fui internada, me colocaram para tomar soro, depois a sonda (que para mim não foi tão ruim assim, mas outras colegas de quarto pré-parto não gostaram não), e as 15:55 horas Lucas nasceu. E eu levei os meus 400 e poucos pontos, e eu perguntei ao médico, sim eu sou curiosa e sim o médico mandou eu calar a boca porque se não eu sentiria gases, isso de um jeito bem legal em nenhum momento ele ou qualquer funcionário do hospital foram grossos comigo.
Tudo ocorreu bem, tenho muito a que agradecer a meu Deus e aos funcionários do hospital, e ao meu médico.
Sentir necessidade de escrever esses texto, esse depoimento, ser mãe é isso passar por muita coisa e mesmo assim se sentir agradecida por ter aquela vida comigo.
Beijos!!!

Nenhum comentário

Postar um comentário