Filme que vi: Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças


Sinopse: Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) formavam um casal que durante anos tentaram fazer com que o relacionamento desse certo. Desiludida com o fracasso, Clementine decide esquecer Joel para sempre e, para tanto, aceita se submeter a um tratamento experimental, que retira de sua memória os momentos vividos com ele. Após saber de sua atitude Joel entra em depressão, frustrado por ainda estar apaixonado por alguém que quer esquecê-lo. Decidido a superar a questão, Joel também se submete ao tratamento experimental. Porém ele acaba desistindo de tentar esquecê-la e começa a encaixar Clementine em momentos de sua memória os quais ela não participa.
Duração: 1h 48 Min
***
Bem vamos lá, esse filme é meio confuso no começo. Por que a história é contada ao inverso, começa com o meio, depois o começo e depois o fim, entenderam? Vou tentar explicar melhor e me desculpe se sair algum spoiler.
No começo do filme Joel aparentemente conhece Clementine e eles vivem várias coisas durante essa noite, quando ele a leva para casa na manha seguinte e ver um certo garoto a História muda. Começa a passar como Joel tinha terminado com Clementine (ou melhor ela terminou com ele) e ele acaba descobrindo que ela fez um tratamento para esquece-lo, para tirar todas as memórias dele que ela tinha. E ele resolve fazer o mesmo, e enquanto está apagando as memórias dele, nós vemos toda a história dos dois. Quando ele acorda volta a passar a mesma coisa que no começo do filme. E como já contei demais eu não vou falar como eles descobrem o que aconteceu com as lembranças deles, já dei spoiler demais.
Não tive como não me emocionar quando ele se arrepende de ter escolhido apagar as lembranças dele. E bem mesmo com as lembranças apagadas, mesmo sem saberem que já se conheciam o amor deles prevaleceu. 
Só não ganhou mais estrelas por causa da confusão do começo e que eu demorei para entender, a juntar as peças.

Nenhum comentário

Postar um comentário