Postagens populares

Vamos falar de amizade?

01 outubro 2013

Mas de amizade verdadeira, sabe? Aqueles amigos que estão com você nas melhores horas da sua vida, naquela balada poderosa. Mas que também estão ao seu lado quando você se sente a menor pessoa do mundo, aqueles amigos que te dão um bom puxão de orelha e fala “Acorda aquele homem é um cachorro e não merece ter você ” ou “Para de postar aquelas idiotices no Facebook por que isso fica feio pra você”.
Eu sou desse tipo de amiga, é bom até avisar antes, por que não é todo mundo que gosta de ter amigas sinceras e verdadeiras. Algumas pessoas preferem ter aquela AMIGAAA (sim de letras maiúsculas, por que elas já chegam assim gritando o amiga)... Que já te chama com falsidade, que fala apenas o que você quer ouvir, que faz tudo para te agradar. Mas posso falar? Esse tipo de AMIGAAA, não dura muito tempo, o primeiro boy magia que aparecer entre vocês duas a amizade acaba, na primeira vez que você negar emprestar o seu melhor sapato a amizade também acaba. É uma amizade tão frágil.
Por eu viver muito nesse mundo de internet, eu sinceramente não percebi quando mudou esse conceito de amizade. Acho que perdeu muito o contato cara a cara... Ou que só que mostrar uma vida que não é sua, uma vida perfeita e cheia de amigas, mas lá dentro do peito a solidão bate. Vejo várias fotos de grupinhos na balada, sorrindo, dando gargalhadas. Mas fico perguntando sempre, se nas horas escuras, nas horas tristes esses grupinhos vai estar lá para chorar junto. É difícil saber nesse mundo de aparências.
Hoje tenho mais amigas(os) virtuais do que reais, na verdade elas(es) são reais sim, são verdadeiros, nos encontramos pessoalmente poucas vezes, mas isso não quer dizer que não há sinceridade. Eu recebo elogios e elas(es) levantam minha auto estima, mas ó, recebo uns puxões de orelha de vez em quando.
Para amizades verdadeiras não existe tempo nem distância, eu sei bem disso. Meus poucos amigos, que posso contar nos dedos de uma mão só, resistem a tudo isso, ao tempo e a distância.
Para a distância não há Facebook ou WhatsApp que resolva. E para o tempo, não há uma garrafa de vinho que não cure.

Beijos!!!

1 Comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.