Postagens populares

Filme que vi: Lisbela e o Prisioneiro

21 dezembro 2014

Sinopse: Lisbela e o Prisioneiro é uma comédia romântica baseado na obra de Osman Lins e conta a história divertida do malandro, aventureiro e conquistador Leléu (Selton Mello), e da mocinha sonhadora Lisbela (Débora Falabella), que adora ver filmes americanos e sonha com os heróis do cinema.
Lisbela está noiva e de casamento marcado, quando Leléu chega á cidade. O casal se encanta e passa a viver uma história cheia de personagens tirados do cenário nordestino. Eles vão sofrer pressões da família, do meio social e também com as suas próprias dúvidas e hesitações. Mas, em uma reviravolta final, cheia de bravura e humor, eles seguem seus destinos. Como a própria Lisbela diz, a graça não é saber o que acontece. É saber como acontece e quando acontece.
Direção: Guel Arraes
Gênero: Comédia Romântica 
Origem: Brasil
Duração: 107 min
***
Sabe aqueles filmes favoritos, que a gente não cansa de assisti e ainda decora as falas? Pois é, Lisbela e o Prisioneiro é um desses filmes para mim. Para começar Lisbela também é apaixonada por filmes, ir ao cinema é uma coisa muito especial para ela. A comédia é na medida certa, nada de besteirol, o filme nos faz rir e nos deixa alegre, e isso os filmes brasileiros fazem bem. Os atores nacionais também capricham, sou apaixonada pelos filmes da Débora Falabella ela sabe incorporar a personagem com muita perfeição e com uma delicadeza incrível. Selton Mello também tem o dom de fazer personagens engraçados.

Lisbela: Eu adoro essa parte... A luz vai se apagando devagarzinho... O mundo lá fora vai se apagando devagarzinho, os olhos da gente vão se abrindo. Daqui a pouco a gente não vai nem se lembrar que tá aqui.

Tudo nesse filme me conquista, do roteiro, trilha sonora e o capricho do figurino. Cada vez fico mais encantada com o cinema brasileiro, e vejam bem esse filme é de 2003, mas de dez anos e ainda me encanta demais. Já decorei as falas e não me canso de assistir, e de apresentar esse filme para quem ainda não assistiu.

Lisbela: A Graça não é saber o que acontece. É saber como acontece e quando acontece.


Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.