Postagens populares

A Teoria de Tudo

20 março 2015

Título Original: The Theory of Everything
Sinopse: Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.
Duração: 2h 3min
Diretor: James Marsh
***
Esse filme está em cartaz há um bom tempo aqui, e fui deixando para depois até que essa semana fui ao cinema e nenhum outro filme em cartaz me interessou, e aproveitei pra assisti-lo ainda no cinema (por que por mais que eu ame assistir filmes na minha casa, ir ao cinema tem quase uma magia especial).
 Sabe eu tenho uma mania muito grande de comprar livros e assisti filmes sem ler a sinopse, é que eu gosto de me surpreender por completo. E esse filme aconteceu isso.

Jane Hawking: Quero ficar ao seu lado enquanto ainda temos tempo. E se não durar muito - é o que nós temos. Vai ser suficiente.

Eu não sabia que era uma cinebiografia do físico Stephen W Hawking, talvez isso tenha influenciado bastante, por que se eu soubesse imaginaria que seria um filme chato sobre física, mas não. Não é focado na vida profissional dele, mas na pessoal. Com 21 anos ele foi diagnosticado com uma doença degenerativa, e a estimativa de vida de apenas dois anos. E mesmo com a doença a sua até então namorada Jane quer se casar com ele, e é com ela que nos emocionamos, com a sua força, esperança, cuidado e amor. Uma lição de vida incrível.

Jane Hawking: Eu o amo e ele me ama. Nós vamos lutar conta essa doença juntos.

A atuação do ator Eddie Redmayne beira a perfeição, e não só por isso é um filme que merece ser assistindo. A fotografia do filme é linda e encantadora, a maquiagem dos atores conforme os personagens vão envelhecendo é maravilhosa.
Enfim, um filme que merece ser assistido.

Stephen Hawking: Por muito má a sua vida possa parecer, sempre há alguma coisa que você pode fazer e ter sucesso. Enquanto há vida, há esperança.



Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.