Sex And The City 2ª Temporada


Sinopse: Elas estão de volta...E mais uma vez, na segunda temporada desta cômica e sofisticada série de sucesso, a colunista Carrie Bradshaw e suas amigas rendem-se à celebração da irreverencia, sensualidade e da amizade.
Diante de tanta disponibilidade, elas decidem que ser solteira é sensacional e vale tudo. Chegou a hora de experimentar, mas como a confusa Carrie numa recente desilusão, a entusiasmada Charlote ainda convencida de que amor é só a primeira vista, a misantrópica Miranda armando-se para não cair na armadilha e a super sexy Sam partindo para o sexo total, fazer carreira solo não vai ser tão fácil assim.
Então, relaxe e divirta-se com as quatro fabulosas, descoladas, mordendo com gosto a “Big Apple”, procurando e descobrindo se realmente há um homem com H maiúsculo em Manhattan.
Episódios por temporada: 18
O primero da temporada foi ao ar em: 06/06/1999
Transmitida pela: HBO
***
Talvez essa não vai ser uma das minhas melhores resenhas, por que eu demorei mais de um mês para assisti essa temporada, mês passado foi correria, esse mês enrolação. E eu não faço anotações por episódio, a partir de agora vou fazer, por que algumas coisas já ficaram esquecidas. Mas vamos lá!
Essa temporada começa com a Carrie voltado ao jogo, (De volta ao jogo, é o nome do primeiro episódio), no final da primeira temporada ela e Mr. Big terminaram o namoro, e ainda abalda por esse termino ela tenta volta ao jogo. Bem, não dá certo, no decorrer dos episódios ela tenta mais vezes, mas não rola... Até que ela resolve volta com Mr. Big, mas a Carrie é uma mulher, ela sofreu muito com ele, e esconde das amigas que voltou a sair com ele, (Vocês sabem como são as nossas amigas, não suportam ver a gente com homens que nos fazer sofrer). Mas como era de se esperar, as idas e vindas acontecem, mas no final dessa temporada, a Carrie está bem mais resolvida e poderosa, última cena ela está maravilhosa!
Falando das amigas da Carrie, Sam está diva como sempre, ela e Carrie são minhas personagens favoritas! Miranda me surpreende quando começa a se envolver com Steve, que por sinal é muito fofo! E a Charlote... Bem, ela me irritou a temporada inteira com a sua maneira de ver os relacionamentos, o ápice da minha irritação é quando o irmão dela se separe e ela insiste que ele deve voltar para ex mulher, por que casamento é importante, é blá blá blá, mas ela não entende que se não der certo não adianta.
Não lembro quais são meus episódios favoritos, na verdade essa temporada não é uma das minhas favoritas.
Ah... o Mr. Big... Ah nem tenho palavras, que homem lindo!

Beijos!!!


Book Shelf Tour - Outubro 2013


#Chatiada! 
Era para esse vídeo ter sido publicado ontem, só que às vezes o Youtube não coopera! Eu acordei cedinho, gravei, editei e comecei a enviar o vídeo, depois de 67337382 horas, o que acontece? Dá error, e tive que enviar de novo. Mas ok, o importante é que foi enviado!
Esse primeiro vídeo é a parte 1, eu dividi para não ficar um vídeo longo demais. A parte dois vou começar a enviar agora, quando estiver disponível, atualizo esse post!
Espero que gostem!!!





Beijos!!!

Filme que vi: Um Divã Para Dois


Sinopse: Kay (Meryl Streep) e Arnold Soames (Tommy Lee Jones) estão casados há 30 anos. O relacionamento entre eles caiu na rotina e há tempos não tem algum tipo de romantismo. Querendo mudar a situação, Kay agenda para ambos um fim de semana de aconselhamento com o dr. Feld (Steve Carell), que passa a lhes dar conselhos sobre como reavivar a chama da paixão.
Duração: 1h 40min
***
Kaye Arnold são casados há 30 anos, depois que o filho foi para a faculdade e eles ficaram a sós na casa, e foi quando o casamento começou esfriar, pararam de dormir na mesma cama, o sexo já não acontecia há um tempo. E cansada desse casamento sem amor, sem paixão, e que mal se tocavam, Kay resolve viajar para um aconselhamento para casais. No começo Arnold diz que não, mas acaba indo, mas desde o momento em que eles chegam ele deixa claro que não queria estar ali. Aos poucos ele vai mudando, mas não o suficiente.
Posso dizer que todo casal deveria assisti esse filme, quem é casado sabe que com o passar dos anos a rotina vai dando o lugar a paixão, que acabamos nos acostumando com as coisas do dia a dia, que esquecemos de fazer algo especial, de dizer algo especial.
E esse filme mostra muito bem isso, o Arnold pensa que eles tem 30 anos de casado e isso basta para viverem, mas aos poucos ele vai descobrindo que não é bem assim. E me emociono com a Kay, que por sinal é interpretada pela Meryl Streep e essa atriz é sensacional. No filme percebemos o quanto a mulher é essencial no casamento. E o Arnold é bem irritante em vários momentos rs. 


Eu nasci no dia 29 de Outubro... Dia Nacional do Livro!!!


Sabe quando a gente assisti o The Voice Brasil e os candidatos falam que a música veio de berço, então, a leitura veio de berço, talvez não de berço, mas eu me lembro quando tinha uns 4 anos e via minha mãe lendo aqueles livros Sabrina, Bianca e que por sinal eu leio hoje em dia. E quando comecei a ler lá pelos meus 5 anos, minha mãe mim deu uma coleção com vários livros infantis Cinderela, João de Barro e vários outros, uma pena que minha mãe doou esses livros, queria muito passar para os meus filhos.
Fui crescendo e os livros continuaram a fazer parte da minha vida, na educação infantil, fundamental, e no ensino médio, perdi as contas de quantas vezes meus professores mandavam eu guardar o livro, mas era por que tinha chegado na melhor parte e não queria parar! 
Quando tive meu primeiro filho achei que seria quase impossível continuar lendo, engano meu pelo contrário, com a vida real cheia de afazeres, casa, marido, filho, escola... Eu achei nos livros um cantinho só meu, para poder dá uma fugida da realidade e poder sonhar um pouco. Quem não quer ter esse poder? 
Em 2010 e descobri que eu poderia falar sobre os livros que eu lia em um blog, sempre que eu terminava de ler um livro queria contar para alguém, então resolvi escrever as resenhas e criei o meu primeiro blog sobre livros.
Esse ano ainda grávida de Lucas resolvi criar esse blog, uma versão melhorada do antigo, e fiquei pensando será que vale a pensa criar já que logo, logo vou ter um bebê e meu tempo vai ficar curto... Mas ler já faz parte da minha vida, do meu ser, e até agora eu já li 35 livros.


E por mais que ler, ou melhor amar ler, seja um dos melhores vícios que uma pessoa pode ter, acredita que eu sou julgada por isso? Sim, mas me desculpe sociedade, eu prefiro comprar livros do que roupa. Eu prefiro ficar em casa lendo do que ir em uma festa e encher a cara. Eu prefiro escrever para o meu blog do que sentar na calçada pra falar da vida dos outros. Eu prefiro cuidar dos meu livros do que da vida dos outros. E me desculpe sociedade, se você acha que ler não vai mim levar para frente, eu só digo uma coisa: Sentem-se e espere o meu sucesso!
Como eu já disse anteriormente, ler faz parte da minha vida, faz parte do que eu sou, e isso não começou ontem, é desde sempre. Eu respeito a opinião de todos, eu respeito quem gosta e quem não gosta de ler, então por favor respeitem o meu amor por livros. 
Eu já estava planejando esse texto há um bom tempo, nem era para ser um desabafo, mas eu ouvir alguns comentários esses dias que mim deixou um pouco irritada, esse texto era para mostrar o quão importante os livros são na minha vida, e acho que consegui passar essa mensagem, né?
Vou tentar passar esse amor por livros para os meus filhos (Arthur já  gosta!), para meu esposo também anda se aventurando. E eu vou continuar amando livros, vou continuar comprando livros... E um dia vou ter uma biblioteca particular enorme!!!

Beijos!!!

Sorteio: Box Gilmore Girls 1ª Temporada


Esse mês eu me presenteei com a coleção completa da série Gilmore Girls, e como eu já tinha a 1ª temporada eu resolvi sorteá-la para vocês, esse é o mês do meu aniversario (é amanha!!!) e nada mais justo fazer um sorteio para vocês comemorarem comigo rs. 
O sorteio começa hoje 28/10/2013 e termina dia 15/12/2013.
Vou divulgar aqui no mesmo dia. O sorteado tem 48 horas para entrar em contato comigo, se isso não acontecer eu refaço o sorteio.
Para participar é só seguir as regras e preencher o formulário.

As regras obrigatórias são:
Segui o blog (vou deixar um print no final do post, para vocês verem aonde é)
Comentar aqui nesse post os filmes que eu falei no vídeo de Coleção de DVDs, vocês podem assisti AQUI.
Curtir a página do blog no Facebook, AQUI

Para chances extras:
Seguir o Twitter, @hailacmartins.
Seguir o Intagram, @hailacmartins.
Se inscrever no canal do Youtube, Haila Martins. (Se inscrever no canal dá 5 chances extras :D )



a Rafflecopter giveaway



Para seguirem o blog, é só procurar na lateral essa opção aqui, e cliquem em Participar desse site.



Beijos e Boar Sorte!!!

Coleção de DVDs: Outubro 2013


Eu já mostrei a minha coleção de maquiagens nesse post aqui. E hoje é a coleção de DVDs. 
Eu comecei a colecionar DVD em 2010, depois de ler os livros da Paula Pimenta (Fazendo meu filme, que a Fani é apaixonada por filmes e tem coleção) e descobrir que certos filmes ganham 5 estrelinhas e merecem serem assistidos de novo e de novo. Tem filmes que não canso de assisti, sério! Ah sim, eu só compro os filmes que ganham 5 estrelinhas, às vezes os de 4 estrelinhas também. E só uma vez comprei o DVD sem assisti, e acabei me arrependendo.
Já as séries, não tem um critério definido, assisti um ou dois episódios (online ou na TV) e amei, pronto já quero os DVDs rs.
Agora sem mais delongas, o vídeo! E assistam até o final, tem novidade!


E ai, gostaram do sorteio??? É só ir nesse post AQUI, para participarem!!!

Beijos!!!

Livro que li: Orgulho e Preconceito, Jane Austen


Sinopse: Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso, mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu.
Nº de Páginas: 469
Editora: Martin Claret
***
Eu me declaro totalmente e perdidamente apaixonada pelo Sr. Darcy.
Ok, antes de tudo, vamos a minha experiência de leitura. 
Elizabeth é a segunda filha mais velha, entre as 5 filhas do Sr. Bennet, ela vive na Inglaterra do final do século XVIII, onde era importante se casar com um homem de boas condições, um tempo em que a maioria das mulheres só pensavam em quando, e com quem se casaria. Lizzy pelo contrário, não dá nenhuma importância aos bens materiais, e acha de suma importância casar-se com amor. E ela não imagina de forma alguma o que aconteceria entre ela e o Sr. Darcy, onde este não deu qualquer atenção a ela ou a sua família. No começo da história o Sr. Darcy se mostra orgulhoso demais, e o preconceito que ele sente em relação a família de Lizzy, leva ele a fazer coisas que no futuro acaba se arrependendo.
É uma história linda, há muito tempo não lia um clássico, e por ser uma escrita tão formal, que nos dias de hoje quase não leio, quis saborear cada frase, cada palavra. E que escrita maravilhosa! Quero ler mais e mais romances clássicos. Jane Austen escreve em terceira pessoa, o que é bom, pois podemos observar tudo que acontece com as pessoas ao redor de Elizabeth, e isso é uma maravilha, eu não fiquei curiosa em saber o que o Sr. Darcy pensava, por que ela escreveu isso.
O romance entre Elizabeth e Sr. Darcy é bem sutil, fica claro que eles se amam, mas por ser em uma época sem muitas demonstrações de afeto em público, torna o romance bem sutil e de certa forma ainda mais lindo.
E entre todas as edições disponíveis desse livro, eu me apaixonei por essa, é simples e linda!
E tem o filme desse livro, na verdade vários filmes, mas a única que eu assisti e que sou completamente apaixonada eu já resenhei AQUI.
Beijos!!!

Look Book (Cabelo Colorido)




Look sem livro! Ou quase, logo logo vocês vão saber o por que!
Esse look vou usar para sair agora com meu esposo e filho. Mas só tirei fotos para mostrar  o meu cabelo, lembram em junho eu fiz esse post aqui, então, criei coragem e fiz! Na verdade eu fiz semana passada, mas eu fiquei com medo do descolorante estragar meu cabelo e deixei agir pouco, e com isso o resultado não ficou do jeito que eu queria, passei a semana hidratando as pontas e descolorir novamente na quinta e ontem colorir e ficou do jeito que eu queria \o/


E ai, gostaram? Eu estou super apaixonada pelo meu cabelo!
Beijos!!!

Filme que vi: A Dona da História


Sinopse: Aos 55 anos de idade, Carolina (Marieta Severo) passa por uma crise pessoal. O casamento não vai bem, alguns sonhos da juventude não se realizaram e ela amarga o fato de não ter experimentado tudo o que gostaria na vida. Revisitando seu passado, na década de 1970, Carolina (Jovem: Débora Falabella) uma jovem estudante que se encantou pelo militante de esquerda Luís Cláudio (Jovem: Rodrigo Santoro). A paixão fulminante terminou em um pedido de casamento, vieram os quatro filhos e o fantasma da rotina.
Fazendo um balanço de sua vida, Carolina tenta desvendar o que teria sido dela se tivesse tomado outros caminhos. Enquanto isso, o marido tenta vender o apartamento da família para conhecer Cuba. Em um encontro com o passado, ela se torna "a dona da história", e imagina quantas possibilidades foram abertas e deixadas de lado para ela na euforia dos 18 e no desespero dos 55 anos de idade.
Duração: 1h 24min
***
Carolina e o marido Luís Cláudio estão casados há 32 anos, os filhos já estão crescidos e vivendo a vida deles, e eles resolvem vender o apartamento que é o mesmo desde o início do casamento, para poderem viajar. E nesse ponto as coisas começam a desandar, ela que viajar pela Europa, ele quer ir para Cuba, e outras diferenças nunca ditas vem a tona e ela resolve que está na hora de viver a vida dela. E começa a lembrar do começo do relacionamento, e repensar toda a sua vida e como estaria agora se tivesse tomado outras decisões há 32 anos atrás.
Carolina: E quando a gente menos espera. Acontece alguma coisa na vida e a história vai e começa.
É o meu filme nacional favorito, e já tinha um bom tempo que não assitia de novo, e foi tão bom matar a saudade. É um filme que faz a gente pensar e repensar, refletir todas as nossas escolhas, impossível assisti e não voltar ao passado da gente. Todas as escolhas que Carolina fez levaram ela até onde ela está hoje, talvez o casamento não seja mais tão bom quanto antes, e foi preciso ela voltar ao passado e ver as opções, para perceber que ela está onde deveria está
Carolina jovem: Você não fez isso comigo! Você não mandou embora o grande amor da sua vida!  Carolina: O grande amor da minha vida... Não é coincidência demais, com tantos homens no mundo o grande amor da minha vida ter aparecido justo na minha vida?  
 Os filmes nacionais cada vez ficam melhores, não assistir nenhum recente, esse foi lançado em 2004, mas a qualidade já estava excelente, as locações, fotografia, trilha sonora, atores, nem preciso falar dos atores, sou apaixonada pelo trabalho da Marieta Severo, Débora Falabella, Antonio Fagundes. Uma história emocionante, sempre choro no final, esse filme está na lista de favoritos e a de desejados, não me canso de assistir. 
Em tempo, quem assisti reparem no nome dos filhos deles, eu ri com a criatividade ;D
Luís Cláudio: A gente já não sabe que é assim? Tempo sim, tempo não, tempo bom, tempo ruim. O tempo leva uma porção de coisa, mas tem coisa que só o tempo trás. Um exemplo de coisa trazida, é que hoje a gente escolhe como gastar o tempo que resta pra gente.

Coleção de Maquiagem: Outubro 2013


Vídeo da minha coleção de maquiagens! No vídeo eu explico como vai funcionar os vídeos de coleções!
Ah sim, antes de assisti, vou dá uma leve explicadinha. Eu tenho mais maquiagens que algumas pessoas, e bem poucas comparado a outras, e tem coisas que eu tenho há bastante tempo, comecei a comprar e ganhar maquiagens mais ou menos em 2007, não foi tudo de uma vez, foi de pouquinho em pouquinho. E olha eu gostaria de ter bem mais hehe :D


Beijos!!!


Meu Quarto!!!




Um pouco mais de um mês atrás eu resolvi reformar a cabeceira da minha cama, ela era marrom, e eu odiava, meu esposo já tinha essa cama quando nos casamos e de cara me apaixonei pela cabeceira, e no começo do ano eu ganhei da minha avó (Eu sei que a Senhora nem sabe desse blog, mas obrigada!!! Te amo!) a cama box, nos desfizemos da cama antiga e ficamos só com a cabeceira, e sempre falei de pinta-la, mas sempre enrolando, e dai que baixou a louca das mil e uma mudanças em mim e pintei com a ajuda do meu esposo que lixou, (Te amo também Mozão!). Nessa louca que deu em mim eu ia pintar a casa toda, mas isso ficou para depois, e resolvi mostrar o meu quarto sem a nova pintura mesmo. Eu tirei foto da cabeceira para mostrar o antes, mas perdi essa foto procurei em todas as pastas de imagens e não achei, se por acaso um dia eu encontrar eu posto aqui :D
Vamos lá!

Meus sapatos ficavam dentro do guarda roupa, só que começou a  juntar mofo, por ficar muito tempo lá dentro. Dai tirei, limpei todos e coloquei nesse`murinho´ e assim ficou bem melhor, por que posso ver todos e escolher melhor, e não fico com preguiça de pegar ou guardar depois. 


Violão e guitarra do meu esposo, eu não toco nada, até já tentei, mas não dá :(


Minha coleção de brincos que quase nem uso, os que mais uso são os pequenininhos da segunda parte, os grandes guardo por boas recordações, sempre falo de fazer um desapego, mas ainda não consegui.


Vou falar a verdade, de acessórios o que eu mais uso são anéis, brincos só pequenos, pulseiras quase nunca, e cordões eu esqueço.


E daqui a pouco vou postar o vídeo da minha coleção de maquiagens, eu ia postar aqui, mas ficou um post muito grande e cheio de fotos, então esperem um pouquinho que já posto! :D
E ai? Gostaram do meu quarto, de especial mesmo só a minha cabeceira linda, mas é um dos lugares que mais amo na minha casa!

Beijos!!!

Livro que li: Depois dos Quinze - Quando tudo começou a mudar, Bruna Vieira


Sinopse: Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu. Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras. Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.
Nº de Páginas: 200
Editora: Gutenberg
***
Sabe aquela pessoa que você admira, sem nem mesmo conhecer? Então, eu admiro muito a Bruna Vieira, ela é dona do blog Depois dos quinze, e esse foi o primeiro livro que ela lançou, de crônicas e contos. O segundo eu já resenhei aqui, que foi o De Volta Aos Quinze. Ela tem apenas 19 anos, mas quem ler esse livro pode pensar que ela tem mais. Suas crônicas e contos são bem escritos e transmite emoção, ela sabe bem escolher as palavras, ou melhor ela sabe bem passar os sentimentos para o papel (ou bloco de notas).
Obvio que por causa da sua idade, muitos dos textos gira em torno do mundo adolescente, mas ó, eu me surpreendi com alguns contos do final, ela transmite com exatidão os sentimentos de pessoas adultas.
Esse livro é uma compilação de crônicas e contos que ela já postou em seu blog, e alguns inéditos. Alguns lamentam a perda do primeiro amor, outros valoriza a personagem, tem alguns sobre a ida da Bruna para São Paulo. É bem a história dela, que para quem não sabe ela começou a escrever o blog depois de uma decepção amorosa, e o blog só foi crescendo e ela amadurecendo, e isso aparece em seus textos também.
Indico para as adolescentes, mas também para nós meninas que já passou dos quinze há um bom tempo, é bom matar a saudade de uma época tão cheia de traumas e incertezas, mas que mesmo assim é maravilhosa.
Beijos!!!